Eventos

7 de março de 2013

Buscando cada vez mais aprimorar o seu atendimento e acelerar o processo de recuperação dos pacientes, o setor de enfermagem do Hospital Unimed Criciúma vai se consolidar em 2013 implantando como referencial, a Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda de Aguiar Horta. Segundo a diretora de enfermagem, Denise Maccarini Tereza, a equipe de enfermagem do hospital há dois anos vem estudando a teoria para implantar nos diversos setores que necessitam atendimento direto com o paciente. Na última quarta-feira (6), as equipes de enfermagem do centro cirúrgico, hotelaria, internação, pronto atendimento e unidade de terapia intensiva, tiveram uma reunião de enfermagem para a apresentação do estudo da teoria e uma pequena palestra com a mestre em enfermagem, Ariane Thaíse Frello Roque. “Acho que a equipe de enfermagem do Hospital Unimed está no caminho certo. Entenderam perfeitamente a essência da teoria e logo se identificaram com um procedimento que já acontecia no dia-a-dia do hospital. Agora, toda a equipe tem que integrar e falar a mesma língua, lembrar das necessidades básicas que é o foco central”, comenta a palestrante. A teoria tem por objetivo assistir o ser humano no atendimento de suas necessidades básicas, torná-lo independente dessa assistência, quando possível, pelo ensino do autocuidado, recuperação e promoção da saúde em colaboração com outros profissionais. “As teorias surgiram para direcionar a assistência que deve ser dada ao paciente e nós do hospital, nos identificamos com Wanda de Aguiar Horta, pela sua habilidade de demonstrar a enfermagem o caminho de uma sistematização da assistência que hoje se traduz no processo de enfermagem”, explica Denise. Primando a humanização, a Unimed optou pelo teoria que traz em sua essência e se manifesta no ato assistencial sistematizado, cientificamente fundamentado, institucionalizado e, acima de tudo, desejado pelos que são assistidos. “O enfermeiro é fundamental no grupo. Horta propõe que o enfermeiro é o agente da ação, e o bom profissional é aquele que estuda e que tem embasamento científico”, complementa Denise.