Gestão hospitalar que visa a qualidade, segurança e eficiência operacional

Com o objetivo de preservação da vida, promoção da saúde das pessoas e do ambiente, melhoria dos processos, humanização, segurança e desenvolvimento, o Hospital Unimed conta com diversas comissões compostas por profissionais multidisciplinares, afim de oferecer, cada vez mais, serviços de alta qualidade.

doctors-chatting mask

Serviço relacionado à Assistência e à Saúde

Missão: Avaliar de forma sistemática e periódica, a incidência de Infecções Relacionadas a Assistência à Saúde (IRAS) procedentes do Hospital Unimed Criciúma.
Política: Avaliar as condições de trabalho no âmbito do Hospital Unimed Criciúma ao que se refere a prevenção de infecções relacionadas à assistência.
Objetivo: Definir diretrizes e estabelecer medidas de controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), conforme necessidade subjetiva de cada situação de risco.

Comissão de Cuidados Paliativos

A Comissão dos Cuidados Paliativos do Hospital Unimed Criciúma é formada por uma equipe multidisciplinar, composta por enfermeiros, médico, psicólogos, hotelaria hospitalar, fisioterapeutas e nutricionistas. Visto acharem necessário, o paciente ou familiar pode solicitar diretamente o atendimento à equipe que trabalha com estratégias especializadas de conforto e alívio dos sintomas. Sempre com o intuito de minimizar o sofrimento do da família e do paciente, nos momentos finais de sua vida.

É o exercício da arte do cuidar aliado ao conhecimento científico, que pode ocorrer de forma paralela às terapias destinadas à cura e ao prolongamento da vida. Os Cuidados Paliativos focam na avaliação e o manuseio dos sintomas físicos, psíquicos, sociais e espirituais do paciente e da sua família e estão presentes em todas as fases da trajetória da doença. Neles, há maior entendimento dos mecanismos das doenças e dos sintomas, o que proporciona uma sobrevida de pacientes com doenças crônicas e limitantes de vida cada vez maior.

Comissão de Pele

No Hospital Unimed, houve a preocupação em estabelecer uma Comissão de Curativos com a finalidade principal de melhorar a qualidade de vida dos pacientes portadores de lesões, o que despertou o desejo mútuo entre vários profissionais de tornar este sonho possível no âmbito da assistência. A Comissão de Curativo desde 2010, composta por duas enfermeiras que representava este serviço e prestava um cuidado mais atenuante nos pacientes com lesões. Em 2012 a Comissão de Curativos estava sendo representado por um grupo de 10 Enfermeiros e 1 Nutricionista. Após discussões de cuidados mais repletos notou se a importância de um grupo que trabalhe com a prevenção e no final do ano de 2012 formado o grupo de Comissão de Pele, pois observou se a importância em trabalhar com a prevenção.

Este grupo elaborou o Protocolo de Assistência ao paciente com UPPs, onde foi observado a dificuldade de organizar e sistematizar a assistência prestada ao paciente portadores de Lesões. A partir deste desejo, a Comissão de Pele, nomeada pela Coordenadora de Enfermagem do Hospital Unimed, onde é membro da comissão concretizou esta equipe, se reuniu e discutiu a necessidade de disponibilizar um padrão de abordagem multidisciplinar, para que uma assistência mais satisfatória aos portadores de lesões fosse alcançada. Este protocolo visa a instrumentalizar as ações dos profissionais e sistematizar a assistência prestada ao portador de lesões, além de fornecer subsídios para implementação desta assistência. Sendo assim, o Hospital Unimed fornece aos seus usuários tratamento aos portadores de lesões de pele ou alguma lesão periestomal o tratamento da mais alta tecnologia de cobertura e equipamentos no cuidado com avaliações periódicas e necessárias, proporcionando ao paciente sua boa recuperação.

Comitê CIPA

1. Objetivo

Estabelecer diretrizes para a elaboração de um plano de trabalho que possibilite a ação preventiva na solução de problemas de segurança e saúde no trabalho.

2. Missão

Analisar e supervisionar todas as atividades que envolvem o hospital e identificar os riscos do processo, dando ênfase aos acidentes ocorridos ou os que poderão ocorrer. Visando sempre a prevenção da segurança e saúde dos trabalhadores.

3. Política

Identificar os riscos do processo do trabalho e avaliar as situações de risco e perigos aos nossos colaboradores.

Comitê de Biossegurança

1. Missão

Analisar todos os processos de saúde que envolvam o manuseio de substâncias biológicas avaliando as condições necessárias para a atividade de saúde que serão desenvolvidas nos diversos setores do hospital.

2. Política

Identificar e avaliar as situações de risco e perigo relacionados à materiais biológicos, dando ênfase aos acidentes com materiais perfuro cortantes relacionados as atividades da organização, visando segurança dos clientes, colaboradores e fornecedores.

3. Objetivo

Estabelecer diretrizes para a elaboração e implementação de um plano de prevenção de riscos com probabilidade de exposição a agentes biológicos, visando a proteção, segurança e saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral.

Comissão de Óbitos

A Comissão de Óbitos hospitalares tem por finalidade analisar os óbitos de todas as naturezas ocorridos no Hospital Unimed Criciúma quanto aos procedimentos realizados, bem como quanto à qualidade das informações presentes nas declarações de óbitos. É um órgão de assessoria diretamente vinculado à Direção Técnica da Instituição.

A Comissão é constituída por 7 membros efetivos e 7 membros consultores, sendo os membros efetivos um representante das seguintes áreas:

Enfermeiro da Unidade de Terapia Intensiva;
Enfermeiro das Unidades de Internação;
Enfermeiro do Pronto Atendimento;
Enfermeiro do Centro Cirúrgico;
Funcionário do Setor de Custos;
Médico da CCIH;
Psicólogo Clínico.
E os membros consultores um representante das áreas:

Gerente de Enfermagem;
Médico Anestesista;
Médico Cirurgião;
Médico Ginecologista/Obstetra;
Médico Intensivista;
Médico Pediatra;
Médico do Pronto Atendimento.
Os membros efetivos participam ativamente da comissão, que se reúne mensalmente para reunião e discussão dos óbitos. Os membros consultores são requeridos apenas nos casos em que os membros efetivos sentem necessidade de consultoria.

Comitê de Revisão dos Prontuários

Garantir que o sigilo e o acesso de dados referentes aos clientes, registrados nos prontuários, sejam tratados de acordo com as responsabilidades éticas e legais, atendendo a resolução N° 1638 de 10 de julho de 2002 do Conselho Federal de Medicina.

Assegurar a confidencialidade e segurança de toda e qualquer informação, inclusive as classificadas como sensíveis, de tal forma que o cliente esteja protegido e seguro em relação aos dados que possam causar constrangimento e/ou preconceito, danos morais, de modo a assegurar que somente pessoas autorizadas tenha acesso a elas.

Garantir que a assistência prestada está totalmente registrada, preservando os direitos dos clientes e dos profissionais de saúde envolvidos e instituição.

Garantir a guarda e condições adequadas para que não haja perda por intempéries ou extravio de documentos.

O comitê é constituído por 10 membros efetivos sendo os membros um representante das seguintes áreas:

Diretor Técnico
Médico Pediatra
Médico do Pronto Atendimento
Gestora de Enfermagem
Coordenadora do Faturamento/SAME
Colaboradora do SAME
Enfermeira da Unidade de Internação
Enfermeira do Pronto Atendimento
Colaboradora da Recepção Geral
Coordenadora da Imagem

Comitê Gestor - Comissão de Ética em Enfermagem

Com a expansibilidade das atividades de Enfermagem no Hospital Unimed, considerando a crescente complexidade das questões ético-profissionais e legais, nasceu a necessidade da criação da Comissão de Ética, a fim de auxiliarem na análise, interpretação e equacionamento destas questões.

A nomeação dos membros da Comissão de elaboração do regimento de criação da 1ª Comissão de Ética foi no ano de 2011.

Em 2013, foi empossada a segunda comissão de Ética de Enfermagem, representada pelos Membros Efetivos: Patrícia Bez Birolo Pedroso, Mileine Cardoso Flores Pacheco, Valéria Campos Rayciki Figueiredo e Suplentes: Gisele de Souza Paganini, Francine dos Santos Costa e Alessandra Lopes, tendo como objetivo orientar, conscientizar, assessorar e fiscalizar em parceria com o Coren/SC. Mantendo o comprometimento com a saúde e a qualidade de vida da pessoa, família e coletividade, reforçando o compromisso com atitudes corretas para a condução das atividades e principalmente, das pessoas, respeitando a vida, a dignidade, o sigilo profissional e os direitos humanos em todas as suas dimensões.

A Comissão de Ética de Enfermagem tem como princípio levar o compromisso com a vida do outro, adotando os preceitos norteados pelo código de ética da profissão, para que os profissionais tenham consciência ética ao exercer a enfermagem, bem como a observação dos aspectos legais que regem nosso trabalho, oferecendo um cuidado global, humanístico, seguro, mantendo a privacidade e autonomia do outro, através de atitudes de afeto e solicitude.

Fortalecer o componente ético na prática da enfermagem, divulgar o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem e demais normas disciplinares e éticas do exercício profissional, promover orientação à equipe de enfermagem sobre comportamento ético-profissional e as implicações advindas de atitudes antiéticas, orientar clientes, familiares e demais interessados sobre dilemas éticos, apreciar e emitir parecer sobre dilemas éticos de enfermagem, fiscalizar o exercício ético da profissão, averiguar as denúncias ou fato antiético de que tenha conhecimento, notificar ao Coren/SC as irregularidades, reivindicações, sugestões e infrações éticas detectadas, zelar pelo bom andamento do exercício ético dos profissionais de enfermagem, solicitar assessoramento do Coren/SC sempre que necessário, também são atribuições da comissão de ética.

Comitê Gestor de Diluição de Medicamentos

A Comissão de Diluição de Medicamentos tem por objetivo fornecer aos profissionais de saúde informações claras e confiáveis para auxiliar nas etapas de dispensação, preparo e administração dos medicamentos padronizados no Hospital, visando proporcionar maior segurança na realização deste preparo.

O Hospital conta com um Manual de Diluição de Medicamentos separado por Pediatria e Neonatologia e para Adultos.

Essa Comissão é composta por uma Equipe Multiprofissional.

Comitê Multidisciplinar

1. Missão

Auxiliar os profissionais responsáveis pela assistência aos pacientes internados no Hospital Unimed Criciúma (HUC) na avaliação e administração da terapia de nutrição parenteral e enteral; realizar triagem nutricional com instrumentos preconizados detectando os pacientes desnutridos ou em risco nutricional, que são submetidos à avaliação nutricional mais aprofundada com instituição de uma adequada assistência nutricional visando também a segurança do paciente.

2. Política

Assegurar condições adequadas de indicação, prescrição, preparação, conservação, transporte e administração, controle clínico e laboratorial e avaliação final da terapia nutricional parenteral e enteral, visando obter os benefícios máximos do procedimento e evitar riscos;
Capacitar os profissionais envolvidos, direta ou indiretamente, com a aplicação do procedimento, por meio de programas de educação continuada devidamente registrados;
Documentar todos os resultados do controle e da avaliação da terapia nutricional parenteral e enteral visando à garantia de sua qualidade; Estabelecer auditorias periódicas a serem realizadas por um dos membros da equipe multiprofissional, para verificar o cumprimento e o registro dos controles e avaliação da terapia nutricional parenteral e enteral;
Analisar o custo e o benefício no processo de decisão que envolve a indicação, a manutenção ou a suspensão da terapia nutricional parenteral e enteral;
Desenvolver, rever e atualizar regularmente as diretrizes e procedimentos relativos aos pacientes e aos aspectos operacionais de terapia nutricional parenteral e enteral.
3. Objetivos

Garantir acompanhamento multiprofissional a todos os pacientes submetidos à Terapia de Nutrição Enteral e Parenteral, contribuindo para sua boa evolução clínica e nutricional.

Comitê Padronização de Materiais e Medicamentos

A Comissão de Padronização de Medicamentos é composta por uma equipe multiprofissional.

Tem por objetivo selecionar os medicamentos utilizados no Hospital. Levando em consideração alguns critérios como:

Registro no país conforme legislação sanitária;
Necessidade segundo aspectos clínicos e epidemiológicos;
Valor terapêutico comprovado com base na melhor evidência científica em seres humanos, destacando segurança, eficácia e efetividade, com fluxograma de escolha de tratamento definido;
O princípio ativo conforme DCB (denominação comum brasileira) ou DCI (denominação comum internacional);
Informações suficientes quanto as características farmacocinéticas, farmacotécnicas e farmacodinâmicas;
Preço de aquisição, armazenamento, distribuição e controle;
Melhor custo do tratamento dia e custo total do tratamento, resguardando segurança, eficácia, efetividade e qualidade de vida;
Concentração, forma farmacêutica, esquema posológico e apresentação, considerando a comodidade para ministração nos pacientes, faixa etária, facilidade para cálculo de dose, bem como a estabilidade.
Nosso Hospital possui um Manual de Padronização de Medicamentos.

Comitê Riscos - Qualidade

1. Missão

Estudar, sugerir e multiplicar ideias de melhorias quanto às decisões de logística, qualidade e gestão de riscos contribuindo com a direção na tomada de decisão em relação à qualidade do serviço prestado e a segurança do paciente.

2- Política

Discutir as ocorrências da instituição com o objetivo de encontrar a causa raiz do problema, sugerindo melhorias nos processos do Hospital.

3- Objetivos

Assessorar a direção na implantação, divulgação e aplicabilidade das ações do sistema de gestão da qualidade e o gerenciamento dos riscos.

Comitê de Segurança dos Pacientes

Com o intuito de efetivar a gestão integrada nos processos de qualidade, com foco na segurança assistencial criou-se o Comitê de Segurança dos Pacientes – uma unificação do Comitê de Riscos/Qualidade e de Biossegurança.

Comitê de Segurança do Paciente

1. Missão

Instituir ações para promoção da segurança do paciente e a melhoria da qualidade no Hospital Unimed Criciúma.

2- Política

Identificar e avaliar as situações de risco relacionados as atividades da organização, visando segurança dos clientes, colaboradores e fornecedores. Discutir as ocorrências da instituição com o objetivo de encontrar a causa raiz do problema, sugerindo melhorias no processo do Hospital.

3- Objetivos

Estabelecer diretrizes para a elaboração e implementação de melhorias contínuas dos processos de cuidado e do uso de tecnologia da saúde; propagar a disseminação sistemática da cultura de segurança e promover a articulação e a integração dos processos de gestão de risco e garantir as boas práticas de funcionamento do Hospital Unimed Criciúma.

Comitê Transfusional

O Comitê Transfusional é formado por um grupo de profissionais de saúde de diferentes especialidades, responsável pela definição e avaliação contínua da política transfusional e hemovigilância do Hospital Unimed Criciúma com os seguintes objetivos:

Melhorar as práticas hemoterápicas do Complexo Hospitalar;
Aumentar a segurança transfusional;
Otimizar o uso de hemocomponentes;
Reduzir os erros transfusionais;
Estreitar as relações do Serviço de Hemoterapia e os diversos Serviços do Complexo Hospitalar;
Criar um programa efetivo de revisão de utilização de hemocomponentes;
Promover educação e atualização permanentes em hemoterapia;
Fazer a revisão crítica da prática transfusional do Complexo Hospitalar, tendo como o objetivo o uso seguro e científico do sangue, através de auditorias prospectivas, concorrentes ou retrospectivas;
Acompanhar a monitorização, investigação e notificação dos incidentes transfusionais;
Desenvolver e validar protocolos para unificação de condutas relativas a hemoterapia e hemovigilância.