Serviços

Centro Cirúrgico

O Centro Cirúrgico do Hospital Unimed oferece o que há de mais avançado para o tratamento de seus pacientes. Sua estrutura dispõe de uma Equipe de Médicos, Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem altamente especializados para atender o paciente com qualidade e segurança.

O Centro Cirúrgico dispõe de equipamentos como Laser para extração de Cálculo renal, isto é o que a há de mais avançado em cirurgia urológica.

Na área de vídeo cirurgia com torres do modelo Stryker Full HD com alta definição de imagem. Possuímos também uma sala especializada para oftalmologia com equipamentos de última geração.

Programa Cirurgia Segura

Mais segurança ao paciente com menos chances de erros no processo assistencial. A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou a Aliança Mundial para a Segurança do Paciente, que recomenda aos países maior atenção à segurança do paciente.

O desafio global pressupunha comprometimento e ações para minimização de risco em todos os países.

Atualmente a segurança cirúrgica é o foco, com o tema Cirurgia Seguras Salvam Vidas. Assim, foi desenvolvido um checklist, que deve ser aplicado a todos os pacientes cirúrgicos, baseado em três princípios fundamentais: simplicidade, ampla aplicabilidade e possibilidade de mensuração.

Desde janeiro de 2012 o Hospital Unimed vem seguindo as recomendações da OMS.

Realizando o checklist de cirurgia segura em todos os seus procedimentos cirúrgicos, na chegada do paciente na recepção do hospital o mesmo recebe uma pulseira de identificação, contendo dados fundamentais como: nome completo, procedimento a ser realizado, nome do médico e as alergias caso houver.

Em seguida o paciente é encaminhado ao Centro Cirúrgico onde é confirmado todos os dados novamente:

  • Nome completo;
  • Procedimento a ser realizado;
  • Se houver lateralidade a cirurgia ou for em algum membro é realizado uma marcação com caneta no lado ou membro a ser operado;
  • Nome do Médico;
  • Jejum do Paciente;
  • Alergias;
  • Uso de próteses;
  • Consulta pré-anestésica (é verificado se foi realizado a consulta com o anestesiologista);
  • Consulta de Enfermagem (é realizada pelo enfermeiro em cirurgias complexas);
  • Atendimento Psicologia;
  • Administração de pré-anestésico se prescrito pelo anestesiologista.

Ao ser encaminhado para sala cirúrgica o paciente será questionado os dados acima citados.

O checklist divide-se em três etapas fundamentais para a segurança do paciente: Check-in, Time out e Check-out.

Check in

Chegando a sala cirúrgica inicia o check-in, o paciente confirma seus dados em um painel eletrônico contendo itens essenciais para garantir a segurança.

Time Out - antes da indução anestésica e antes da incisão cirúrgica

Determina-se por uma verificação minuciosa de todos os itens necessários para a anestesia e cirurgia segura. A etapa é conduzida pela equipe de enfermagem junto com a equipe médica.

Check-out

Verificação, pela equipe de enfermagem, de itens de segurança antes da saída do paciente da sala cirúrgica.

Orientações para os pós operatório imediato pelo anestesiologista e conduta de enfermagem.



Infecção em Cirurgias Limpas

A infecção em sitio cirúrgico em cirurgias limpas é ainda uma das mais temidas complicações decorrentes.

Apesar dos avanços na prevenção, a contaminação por bactérias e outros microrganismos é uma possibilidade real quando se realiza um procedimento cirúrgico.

A contaminação endógena, isto é, a contaminação por microrganismos a partir da flora microbiana própria do paciente é o mais importante fator para o desenvolvimento da infecção cirúrgica. Portanto parte do risco está relacionada à própria cirurgia. Por isso cirurgias que envolvem a manipulação de locais do organismo onde a flora apresenta uma alta concentração de microrganismos, como o intestino, por exemplo, são associadas a taxas de infecção mais elevadas, há maior risco de desenvolvimento de infecção.

Inversamente, espera-se que em cirurgias limpas, em que são abordados tecidos estéreis, como por exemplo, em neurocirurgias, a ocorrência de infecção seja bem menos frequente.



Central de Material Esterilizado

Segurança do paciente para nós significa tolerância zero com riscos e situações adversas.

Trata-se do compromisso que o Hospital Unimed tem para com o seu paciente.

Isso começa na compra do material passando por todo o processo até ele chegar ao paciente.

Os instrumentais são padronizados por marcas conceituadas como Storz, Edlo e Erwin Guth.

A Central de Material Esterilizado possui três câmaras, uma para recebimento de material onde é realizado a limpeza e desinfecção dos instrumentais através de lavadora ultrassônica e termodesinfectora, sendo assim a qualidade de limpeza do material muito mais confiável.

Mesmo com o processo de limpeza automatizado é realizado o monitoramento de limpeza de instrumental diário. Como funciona: após a limpeza dos instrumentais é realizado a técnica de passar o swab (que é a verificação de crescimento microbiano) após o resultado negativo o material é encaminhado para esterilizar, se o resultado for positivo é realizado todo o processo de limpeza novamente.