Notícias

Notícias

10 de dezembro de 2018

Técnica inovadora é utilizada em cirurgia do tornozelo

A Ortopedia do Hospital Unimed Criciúma inova, mais uma vez, consolidando-se como referência no setor de cirurgias ortopédicas. Pela primeira vez, na região, é realizado procedimento cirúrgico na área do tornozelo utilizando o tratamento condrogênese induzida por matriz autógena, associada a reconstrução ligamentar em um mesmo momento. Para a intervenção foi aplicado material desenvolvido na Itália.


O tratamento consisti no uso de uma membrana de colágeno, de origem equina, associada a microfraturas para a recuperação de uma lesão osteocondral do Tálus e reconstrução ligamentar do tornozelo. “As lesões Ostecondrais do Tálus são, em sua maioria, decorrentes de um entorse ou fratura do tornozelo, sendo que no momento do trauma torcional existe uma agressão a cartilagem propiciando o aparecimento destas lesões”, explica o ortopedista especializado em cirurgia do pé e tornozelo, dr. César Benetton -  responsável pela realização do procedimento cirúrgico. “As lesões causam dores, gerando desconforto ao paciente, muitas vezes prejudicando a realização de atividades físicas e, em alguns casos, interferindo negativamente, inclusive, nas atividades da vida diária. A longo prazo podem culminar com uma artrose no tornozelo”, complementa.


A cirurgia foi realizada em uma paciente de 36 anos que sofreu uma entorse de tornozelo, no qual ocasionou lesão na cartilagem do Tálus e dos ligamentos. A opção terapêutica tem apresentado bons resultados em diversos trabalhos científicos publicados na literatura mundial. A recuperação é um pouco demorada, onde o paciente inicia com descarga parcial do peso corporal nas primeiras semanas. O apoio de todo o peso ocorre a partir da sexta semana. Desde o início é importante a mobilização gradual da articulação do tornozelo. As atividades esportivas com menor impacto são permitidas com três meses e o retorno aos esportes competitivos de alto impacto com seis meses.


Princípios básicos


O princípio funcional do método utilizado na cirurgia baseia-se em uma limpeza do local acometido (machucado) e a microperfurações no osso subcondral (osso que fica logo abaixo da cartilagem) para estimular a vinda de células mesenquimais e multipotentes, até a superfície articular - região na qual é colocada uma membrana. Tudo isso faz com que as células penetrem e sejam protegidas para que possam se transformar, posteriormente, em uma fibrocartilagem que irá cobrir o local no qual havia a lesão.


Cirurgia no joelho


Há cerca de três meses, a ortopedia do Hospital Unimed Criciúma iniciou técnica cirúrgica similar para o tratamento de lesões osteocondrais no área do joelho. Na ocasião a cirurgia foi comandada pelo ortopedista, Dr.Mário César Búrigo Filho.

Outras Notícias