Notícias

Notícias

16 de novembro de 2018

Saúde do homem é tema em debate

A saúde do homem foi tema debatido na Unimed Criciúma, na última quarta-feira, dia 14 de novembro. O radiologista Giovanny Guidi, em um bate-papo com os colaboradores, tratou sobre os cuidados com o bem-estar e a prevenção ao câncer de próstata. O evento, organizado pelo setor de Medicina Preventiva, aconteceu em alusão a campanha Novembro Azul.


Segundo o radiologista, homens com 80 anos possuem 80% de chance de adquirirem o câncer de próstata. “No Brasil há um grande preconceito com relação ao exame de toque retal. Temos que desmistificar. O Japão possui o menor índice de mortes pela doença. Neste país, o exame é realizado a partir dos 20 anos. Nos Estados Unidos, o homem também já começa a se cuidar quando chega a fase da adolescência”, destaca Guidi. “Aqui no Brasil, a cada 28 minutos um homem morre em consequência da doença. O sobrepeso é um dos fatores de risco devido ao sedentarismo”, acrescenta.


Dr. Guidi lembra ainda que, antes de 2012 o exame era indicado para homens a partir de 40 anos. “Agora, o homem começa a realizar o exame aos 45 anos. A idade dos 40 é indicada para quem possui histórico familiar, pois carrega uma carga genética que deve ser acompanhada”.


A coordenadora do Medicina Preventiva e APS, Renata Zaccaron, também falou sobre a prevenção. “Conforme estatísticas, a mulher vive sete anos mais que o homem. Isso ocorre devido ao autocuidado, um hábito que o eles não têm. O objetivo do bate-papo foi orientar os colaboradores da Unimed ao cuidado à saúde, com ênfase à prevenção”, explica.

Outras Notícias