Notícias

Palestra aborda cuidados paliativos

Palestra aborda cuidados paliativos
Galeria de Fotos

O auditório da Acic ficou lotado no primeiro dia do evento Cuidados Paliativos. Mais de 300 pessoas assistiram a palestra do coordenador da Equipe Multidisciplinar, o médico geriatra Álvaro Barcelos. A programação segue nesta quinta-feira, dia 9, com o tema: “De quem é a vida afinal? Discutindo a vida, a morte e o morrer”, e a participação de representantes religiosos. O evento é aberto ao público em geral.



 



O médico falou sobre a atuação da equipe multidisciplinar em Cuidados Paliativos, nos princípios para o controle dos sintomas e cuidados psicológicos; o luto e comunicação de notícias difíceis. “Quando falamos em cuidados paliativos, falamos do paciente e da família. A família também sofre com o seu familiar que tem uma doença crônica”, explica Barcelos, que também é coordenador do Comitê de Óbito e da Comissão de Cuidados Paliativos (HUC), Unimed Criciúma. “Por isso a importância dos Cuidados Paliativos com uma equipe multidisciplinar, onde temos médicos, enfermeiras, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo...”, complementa.



 



O geriatra dá destaque à função da equipe multidisciplinar. “Somos compostos por uma equipe da área da saúde, que tentar otimizar o conforto e dar um final digno e sem sofrimento, como todos merecem. Tratamos não somente da parte física deles, mas também a psicológica e espiritual. Não somente a dor, mas a falta de ar, vômito, enjoou  e outros sintomas conseguimos paliar com medicamentos de baixo custo”. Ao fim da palestra, o público interagiu com questionamentos. Neste ano, o evento abrange os cursos de Medicina, Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Farmácia, Fisioterapia, Biomedicina e Odontologia, ambos da Unesc. 



 



Representantes religiosos



 



Nesta quinta-feira, os convidados são: Sheikh Adil Ali Pechliye, da Mesquita Palestina; pastor Antônio Luiz Lalau; o padre Wilson Buss e Marileide Guse, da doutrina espírita. A intenção é auxiliar a compreensão e entendimento à respeito da  religiosidade e fé espiritualidade, mediantes o processo de vivenciar à morte e o morrer.



 



Organizado pela Equipe Multidisciplinar do Hospital Unimed, conta com médico geriatra, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogas, farmacêuticas, assistente social, fonoaudióloga, representantes das áreas administrativas e técnicos de enfermagem. O objetivo é mostrar a importância da abordagem humanística, pautada na valorização da vida e no entendimento da morte como uma condição natural, centrada no indivíduo e na família.



 



Inscrições:



Pelo site www.unimedcriciuma.com.br