Notícias

Notícias

07 de agosto de 2018

Obra de ampliação do hospital Unimed é apresentada aos cooperados

Médicos cooperados conheceram no dia 21 de julho as obras de ampliação do Hospital Unimed Criciúma. O encontro serviu também para a prestação de contas dos gastos com a construção da nova estrutura. Ao final do evento, convidados foram recepcionados


A área construída é de 6,5 mil metros quadrados, com sete pavimentos, mais o piso térreo e subsolo. A previsão é de que em março de 2019 comece a funcionar a nova ala de internação e, seguindo cronograma pré-estabelecido, o centro obstétrico e Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI). Gradativamente, outros serviços serão oferecidos. “Em 2015, iniciamos a construção do hospital. Toda edificação já construída está paga. A quarta etapa do empreendimento inicia em agosto, com prazo de sete meses para a conclusão”, revela o presidente da Unimed, Dr. Walter Ney Junqueira. “A obra veio da necessidade de melhorar, ainda mais, o atendimento ao cliente e oferecer novos serviços, como a UTI Neonatal, ressonância magnética (atualmente é terceirizada). Também a ampliação do centro cirúrgico e melhorias na obstetrícia e ginecologia”, complementa o vice-presidente da Unimed, Rui Ghedin.


Durante o encontro, Junqueira relembrou o crescimento da Unimed Criciúma. “Assumimos em 1999 a administração da Unimed, que funcionava onde hoje é a Cliniimagem: na época uma casa com sete cômodos. Com visão de que a instituição necessitava crescer, foi adquirido o terreno onde, atualmente, encontra-se o hospital. Primeiramente, foi construído em 2002 o prédio da sede administrativa e em 2004 iniciada a obra do hospital”, conta.


Nova estrutura


Conforme o engenheiro responsável pelo projeto de ampliação, Sérgio Hülse, com a obra, será dobrado o tamanho da área física do hospital Unimed, passando de 6,5 mil m² para 13 mil m². “Aumentará a oferta de serviços e alta complexidade hospitalar. Serão oferecidos procedimentos cirúrgicos cardíacos e melhorias no nível de atendimento neurológico e de oncologia. Também o centro obstétrico e Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, que contará com dez vagas (seis UTIs, mais quatro intermediárias). Uma grande necessidade, visto que o hospital realiza o maior número de partos na região”, explica.


Com a nova estrutura, a Unimed contará com mais 42 leitos de internação, totalizando 91. Haverá ainda a ampliação da infraestrutura administrativa, que engloba diversos outros setores, Serão oferecidos serviços de raio-x, ultra-som, ressonância magnética, tomografia, além da automatização do monitoramento de pacientes pela equipe de enfermagem.

Outras Notícias