Maternidade

Hospital Unimed Criciúma

Cuidar de você. Esse é o plano.

Por que ter o seu bebê no

Hospital Unimed Criciúma?

No Hospital Unimed a equipe multidisciplinar oferece atenção humanizada de qualidade e de excelência a mãe, ao bebê e a família.


A chegada de um filho é sempre um momento de muita alegria e expectativas. São muitos os preparativos e cuidados que se deve ter ao receber esta nova vida. Por esse motivo a escolha da maternidade onde seu filho vai nascer é fundamental. No Hospital Unimed Criciúma, você recebe atenção e carinho em um ambiente aconchegante, cercado pelos melhores profissionais. Tudo para receber a pessoa mais importante da sua vida: o seu bebê.

Qual tipo de parto escolher?

Conheça abaixo os detalhes de nossos procedimentos de acordo com o tipo de parto e decida qual a melhor opção para você e seu bebê.

PARTO NORMAL
CESARIANA

Parto Normal

A sala de parto é equipada com a cama PPP (pré parto, parto e puerpério) onde estimula e auxilia no nascimento.

A equipe orienta e auxilia a mãe durante todo o trabalho de parto, respeitando as suas crenças e valores éticos.

A humanização da assistência ao parto, busca resgatar o caráter natural e fisiológico do nascimento de uma forma prazerosa, segura e saudável. Assim proporciona à gestante uma vivência positiva e sem traumas num dos momentos mais importantes de sua vida e de seu filho.

Durante o trabalho de parto você pode contar com as seguintes ações:

Um acompanhante durante todo o trabalho de parto e parto.
A entrada de doula previamente cadastrada.
Métodos não farmacológicos para o alívio da dor.

Caminhadas durante o trabalho de parto

Exercicíos Pélvicos

Massagens corporais com óleos específicos e massageadores

Exercicíos respiratórios

Banho terapêutico (chuveiro)

Bola Suíça

Cavalinho

Cadeira de Parto

Banco em "U"

Está chegando a hora?

Saiba o que é preciso levar para a maternidade, preencha seu plano de parto e programe-se com um serviço de filmagem para eternizar esse momento.

Lista do que trazer

Lista do que levar para mamãe e bebê

BAIXAR LISTA
Plano de parto

Plano de parto

BAIXAR FORMULÁRIO
Serviço de filmagem

Serviço de filmagem

MAIS INFORMAÇÕES
Urso

INSCREVA-SE E FAÇA PARTE DO

Curso para Gestantes

Se você é papai ou mamãe de 1ª viagem e está com dúvidas quanto aos primeiros cuidados com o seu filho, venha fazer o curso de gestantes do Hospital Unimed Criciúma. Você pode realizar o curso em qualquer período da gestação.

Carrinho

Dúvidas mais frequentes

Pode ser que suas dúvidas também sejam de outras mamães e papais. Abaixo listamos as dúvidas mais comuns e também suas respostas.

O seio materno exclusivo deve ser oferecido no mínimo por um período de 6 meses e sua duração máxima vai depender da disponibilidade materna e interesse do bebê. O ministério da saúde orienta que o aleitamento materno continue pelo menos até os 2 anos.
Na primeira consulta com o pediatra que ocorre em torno de 7 a 15 dias de pós-parto, o bebê será pesado e este médico avaliará se o leite materno está sendo suficiente.
 A orientação é que a mãe mantenha uma alimentação saudável e uma ingestão de líquidos adequada. É mito crer que determinados alimentos influenciem na produção de leite ou na cólica do bebê.
A amamentação deve ser livre, sem horários pré-estabelecidos. O bebê deve ser levado ao seio sempre que solicitar e quando estiver no seio manter a sucção efetiva.
A dieta deve ser a mesma que a mãe teve durante a gestação para não influenciar a qualidade do leite materno e a saúde da criança. Como sugestão evitar comidas muito temperadas e quem causam flatulência como por exemplo couve, brócolis, repolho.
Sim. Não é por acaso que a amamentação é considerada um método contraceptivo, mesmo que pouco confiável. Mães que amamentam, em geral, deixam de menstruar nesse período. Mas isso, não é regra. Algumas podem menstruar e até engravidar enquanto amamentam, embora as chances sejam menores.
- Temperatura oral acima de 37,8° C;
- Vermelhidão nas mamas;
- Vermelhidão ou saída de pus ou sangue na cicatriz cesárea;
- Sangramento vaginal em grande quantidade
Não, somente lavar com água e sabonete neutro e, após secar com uma toalha de algodão o local.
Vai depender do tipo de fio, se for transparente não precisa retirar o próprio organismo absorve e, se for fio preto em torno de 10 a 15 dias.
Sim, é o chamado lóquios. Ou seja, perda de sangue, muco e tecidos do interior do útero durante o período puerperal. Nos partos normais, o corrimento escurece até o final do primeiro mês. Depois, por mais um mês, uma secreção amarelada ainda permanece na região. Em pacientes submetidas à cesariana, o sangramento pode se prolongar até o segundo mês.
Sete em cada dez mães experimentam essa tristeza depois do parto. Também conhecida por blues, ela decorre de modificações neuro-hormonais. Do ponto de vista psicológico, essa emoção está associada a medo e ansiedade, que podem afetar o humor da mulher.
Sim, essa dor pode acometer o bico do seio. É que essa dor só acontece quando o bebê não está pegando direito o peito. Nesse caso, é importante pedir orientações ao seu obstetra ou ao pediatra da criança.
Dar o peito sempre que o bebê tiver fome e fazer o rodízio de mamas, esvaziando cada uma delas até ficarem flácidas. Verifique também se o bebê está pegando o peito corretamente e conseguindo mamar ( boca de peixe). Se a criança não quiser mamar ou se tiver com muita produção de leite é conveniente retirar cuidadosamente o excesso. Existem acessórios próprios para isso. Você pode guardar o leite para oferecê-lo mais tarde. O leite em temperatura ambiente poderá ficar por 60 minutos, em geladeira 12 horas e congelado 15 dias.
A apojadura, como é chamada a “ descida do leite”, acontece entre o terceiro e o sétimo dia depois do parto. O líquido que sai antes se chama colostro é de cor amarelada rico em anticorpos e por isso também é muito importante para o recém-nascido.
Absolutamente normal. Isso acontece por causa das alterações do organismo durante a gestação. Mas fique tranquila, já que seu pé desincha em torno de 7 a 15 dias.

O bebê nasceu? Agora é só flash!

Saiba o que é preciso levar para a maternidade, preencha seu plano de parto e programe-se com um serviço de filmagem para eternizar esse momento.

Anthoni Xavier Cardoso
Anthoni Xavier Cardoso
07
Nov
Mariah Guetiner Bressan
Mariah Guetiner Bressan
07
Nov
Arthur da Silva Alano
Arthur da Silva Alano
07
Nov
Antonio Prudencio Pires
Antonio Prudencio Pires
08
Nov
Davi Feliciano Rebelo
Davi Feliciano Rebelo
08
Nov
Sophia Becker Vitorette
Sophia Becker Vitorette
08
Nov
Isabelle Scheffer Pinto
Isabelle Scheffer Pinto
06
Nov
Emily Lazzaretti Martins
Emily Lazzaretti Martins
06
Nov

Dicas para cuidar do bebê:

O bebê já nasceu, e agora?
Confira abaixo algumas dicas para cuidar de seu pequeno.

Vacinas

Vacinas

Pezinho

Teste do pézinho

Orelinhas

Teste da Orelhinha

Consulta

Consulta com Pediatra

Pele bebe

Pele

Fralda

Troca de Fralda

Higiene

Higiene do colo Umbilical

Espirros

Espirros

Pomada

Pomada

Roupas

Roupas (verão/inverno)

Colicas

Cólicas

Bannho

Banho

Sono

Choro

Ictericia

Icterícia

Dicas para visitantes

Vai visitar a mamãe e o bebê no hospital? Dê uma olhadinha na nossa lista de dicas. Pequenas atitudes contribuem para uma boa recuperação das mamães e dos bebês.

Envie seu recado para a mamãe e o papai

Mobile

Possui alguma dúvida?

Nossa equipe está à disposição para poder auxiliar e dar toda a assistência necessária.

Logo Unimed Rodapé